Saiba como usar o vídeo marketing como estratégia em 2019 - Anuncie com a FolhaPE ADS - Blog e Serviços
Blog

Saiba como usar o vídeo marketing como estratégia em 2019

março 22, 2019
Saiba como usar o vídeo marketing como estratégia em 2019
Tempo de leitura 6 min

O vídeo marketing já é apontado como o grande filão a ser explorado em ações digitais com objetivos de conversão. Trata-se de uma tendência que, em 2019, tende a ganhar mais corpo, para em 2022 consolidar-se de vez. Segundo o relatório Visual Network Index, da consultoria Cisco, daqui a 3 anos, 82% do tráfego na internet terá nos vídeos seus principais geradores.

Diante dessa escalada e de outros dados que comprovam a força deste formato, é altamente recomendável pensar desde já em investir em audiovisual. Isso porque, pelos vídeos, sua marca ganha um poder de atração quase irresistível, em virtude do maior potencial para entreter e informar.

Continue lendo para saber as vantagens que os vídeos apresentam, se comparados com outros tipos de conteúdos digitais e como usá-los em suas estratégias online.

Aumento do tráfego

A pesquisa da Cisco coloca profissionais de marketing em estado de alerta, afinal, 2022 está logo ali. Portanto, quem não se antecipar, corre o risco de perder clientes e de ver suas receitas diminuídas.

Até mesmo os resultados das pesquisas do Google já priorizam nas primeiras posições os resultados audiovisuais, dependendo da oferta de vídeos para o termo pesquisado. Sendo assim, sua empresa poderá estar em vantagem, caso a concorrência ainda não esteja explorando o marketing via streaming.

Por outro lado, ainda que seu negócio faça parte de um segmento em que os vídeos são o conteúdo mais acessado, não tem problema. Embora a ascensão do vídeo marketing já esteja aumentando o nível de exigência, há tempo para se antecipar. Quanto antes, melhor.

Maior taxa de conversão

Veja agora o que diz a pesquisa da Vídeo Brewery sobre o marketing audiovisual. De acordo com o levantamento, 90% das pessoas que foram entrevistadas revelaram ter decidido por comprar depois de assistir um vídeo.

Agora, imagine que 9 entre 10 pessoas que assistam um material seu resolvam comprar seus produtos ou contratar seus serviços. Seria um aumento e tanto na demanda, certo?

Tamanho impacto se explica pela capacidade incomparável que filmes, tutoriais, vídeo aulas e outras modalidades de vídeo têm para gerar engajamento. Na verdade, essa força toda pode ser compreendida se considerarmos o menor esforço cognitivo por parte de quem assiste.

Enquanto artigos demandam toda uma contextualização que fica a cargo de quem lê, nos vídeos a informação já é “mastigada”. Claro que isso vai depender da qualidade do material, da clareza da abordagem e outros fatores. De qualquer forma, em geral, vídeos são muito mais simples de serem assimilados do que um conteúdo que precise ser lido.

Não se pode deixar de destacar que, para usar o vídeo marketing com sucesso, seu negócio deverá estar preparado para atender bem. Caso contrário, seria um tiro no pé atrair um público que não terá as suas expectativas atendidas.

Incremento na taxa de abertura

Empresas que usam email marketing para se relacionar, vender ou fidelizar clientes sabem que a taxa de abertura é um dos indicadores mais importantes para medir o sucesso. Taxas baixas indicam que o assunto não desperta o interesse das pessoas. Em contrapartida, um assunto que use os termos certos fazem esse indicador aumentar consideravelmente.

Esse é um fato também já comprovado por pesquisas de mercado. De acordo com um amplo estudo da Mail Monks, apenas a palavra “vídeo” no assunto torna o destinatário do email mais receptivo. Esta receptividade, por sua vez, é comprovada pela altíssima taxa de retorno, 280% maior, quando comparada com textos ou apenas imagens no correio eletrônico.

Esse é um ótimo exemplo para ilustrar que o conteúdo audiovisual também pode ser utilizado em sinergia com outras ferramentas. Assim, engana-se quem acha que só por meio de um site seria possível gerar audiência qualificada a partir de vídeos.

Como usar o vídeo marketing em estratégias digitais

Tendo tantas provas de que o conteúdo em streaming é mais efetivo, resta saber como colocar em prática estratégias de marketing digital em vídeos. Afinal, a primeira coisa que se pensa é que trata-se de um formato que custa caro e que só pode ser feito por profissionais.

Defina o tom e a abordagem

Como toda ação cujo objetivo seja a atração, fidelização ou fechamento de vendas, é preciso planejar. Comece definindo o tipo de vídeo que você vai fazer, considerando o seu produto ou serviço. Veja alguns dos mais utilizados:

  • corporativos — têm como objetivo reforçar a autoridade ao evidenciar a infraestrutura, histórico da empresa e casos de sucesso;
  • storytelling  — conte uma boa história e as pessoas vão se interessar, mesmo sendo fictícia. Assim são os vídeos do tipo storytelling;
  • testemunhos  — nada melhor do que assistir clientes bem atendidos contando sobre suas experiências;
  • teaser  — chamadas curtas, dando apenas uma prévia do que o seu negócio faz, o que aumenta a curiosidade e as chances de converter.

Tenha o equipamento básico

Luz, câmera, ação. A essa tríade já consagrada de elementos para fazer cinema, acrescente um tripé de apoio e você terá o que precisa para começar a fazer seus vídeos. Junte ao conjunto um microfone de qualidade e procure elaborar um roteiro antes de gravar e você terá o mínimo necessário para fazer vídeos atraentes.

Contudo, perceba que o grau de complexidade da gravação e da edição vai depender também do que será mostrado. Enquanto um vídeo que exiba um imóvel não exige um esforço tão intenso, um material que fale sobre um evento vai demandar mais recursos.

Use o Youtube e seus recursos

Vamos imaginar que você desenvolve a estratégia de marketing de uma imobiliária. Não seria muito mais atraente chamar a atenção das pessoas com vídeos que mostrem seus imóveis por dentro?

No Youtube, por exemplo, é possível inserir links nos vídeos. Com essa possibilidade, você pode direcionar as pessoas para agendar uma visita ao imóvel em exibição.

Outra vantagem de transmitir vídeos pela maior plataforma do mundo é que ela está associada ao Google. Isso significa agregar ferramentas que medem o alcance de cada vídeo publicado e a do seu canal. É possível saber quanto tempo em média as pessoas assistem seus conteúdos, em que segundo a audiência começa a cair e muito mais.

Planejando com cuidado, avaliando os resultados e com os recursos certos, sua próxima estratégia de vídeo marketing tem tudo para alavancar suas vendas. Siga as dicas que você acabou de aprender e, se o orçamento permitir, chame profissionais para ter resultados ainda melhores.

Embora o futuro aponte para o crescimento dos vídeos como formato de sucesso, há outras formas de se fazer marketing digital. Veja agora as tendências de marketing para o ano de 2019!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up