Você sabe quais são os tipos de anúncios digitais existentes? Descubra neste post! - Anuncie com a FolhaPE ADS - Blog e Serviços
Blog, Destaque da Semana

Você sabe quais são os tipos de anúncios digitais existentes? Descubra neste post!

janeiro 21, 2019
Tempo de leitura 6 min

Os diferentes tipos de anúncios digitais são a alternativa mais comum à qual as empresas recorrem para fazer marketing pela Web. Pelas plataformas mais utilizadas, é possível tornar sua marca visível, ampliar o alcance do Word Of Mouth — o popular boca a boca — e claro, captar mais clientes.

De acordo com estudo do E-commerce Radar, 2017 foi o ano em que o comércio digital cresceu 12%, faturando cerca de R$ 47 bilhões, cifra confirmada pela pesquisa Webshoppers 2018. Para que fique claro o quanto essa taxa de crescimento é significativa, basta lembrar que a inflação, no ano passado, fechou em 2,95%. Para 2018, a expectativa é de crescimento ainda maior.

Sendo assim, não deixe de ler este artigo até o final. Aqui, você encontrará informações úteis para aproveitar o melhor que os principais formatos de anúncios podem oferecer. Acompanhe!

Quais são os principais tipos de anúncio?

A consolidação da internet como principal meio de comunicação fez com que os anúncios digitais passassem a ser mais explorados. Destacam-se como principais distribuidores de publicidade paga na Web o Google, Facebook e os anúncios patrocinados. Conheça-os com mais detalhes.

Google Adwords

Todo anúncio depende dos motores de busca para se fazerem notar. Nesse aspecto, nenhum outro é tão usado quanto o Google, no qual são feitas cerca de 100 bilhões de pesquisas por mês, segundo dados compilados pela Inteligência Rock Content.

Quando um resultado de pesquisa é mostrado, os primeiros que aparecem são justamente os anúncios, sinalizados com selos nas cores verde ou amarela. Todos eles fazem parte da chamada Rede de Pesquisa, em outras palavras, a rede de anúncios que são mostrados sempre que alguém procura por algo.

Há, ainda, um segundo formato de anúncio no Google, configurado na plataforma Adwords. Trata-se da Rede de Display, na qual as campanhas são mostradas em sites cadastrados no programa Adsense.

Como vantagem, eles contam com a extensa rede de sites e blogs cadastrados, que ampliam o alcance de marcas e de produtos. Por outro lado, são menos efetivos que conteúdo patrocinado, pelo fato de que os anúncios podem aparecer também em sites de pouca credibilidade.

Facebook Ads

A maior rede social do mundo tem gerado retorno pelas campanhas pagas. Tal retorno, por sua vez, deixa claro que investir na plataforma Facebook Ads pode ser uma possibilidade para promover negócios de todos os tipos.

Embora esteja longe de apresentar os números do Google, o motor de busca do Facebook é também um importante aliado em estratégias de marketing digital. Na já citada compilação Rock Content, é destacado que a rede social responde por cerca de 2 bilhões de pesquisas diariamente. Considere, ainda, que em outra compilação da Rock Content, é revelado que 73,2% das empresas usam a plataforma Facebook Ads como primeira opção em conteúdo pago. Isso se deve, em parte, pelo seu custo baixo e possibilidade de retorno sobre investimento maior.

Conteúdo patrocinado

Nem só de Google e Facebook vivem os diversos tipos de anúncios digitais. Na verdade, o conteúdo patrocinado pode ser exibido praticamente em qualquer site, portal ou blog. Desde que exista uma infraestrutura que permita monetizar anúncios, é possível que cada veículo defina sua própria plataforma.

Essa modalidade se destaca por ser mais específica do que as campanhas nas redes de massa. Vamos imaginar que você é do marketing de uma clínica de beleza e estética e está em busca de parcerias para gerar brand awareness, ou seja, chamar a atenção. Uma possibilidade para aumentar a visibilidade, nesse sentido, é elaborar artigos sobre algum tema relevante e publicá-lo em um portal que fale sobre cirurgia plástica.

A estratégia de anúncios patrocinados têm a vantagem de explorar ao mesmo tempo o marketing de conteúdo, com seus efeitos em longo prazo, e anúncios. Portanto, é a chance de ganhar notoriedade rapidamente, sem depender exclusivamente de verba para campanhas.

Quais são suas principais diferenças?

Se você leu atentamente, deve ter reparado que existem diferenças consideráveis entre os principais tipos de anúncios digitais. A primeira delas pode ser facilmente identificada pelos próprios números que destacamos, relativos ao alcance em quantidade de pesquisas realizadas. Portanto, se você deseja atingir grandes públicos, prefira as redes com maior número de usuários ativos, em especial Facebook e Instagram.

De qualquer forma, o alcance de uma campanha, em geral, é mais efetivo quando é segmentado. Tenha em vista o público alvo adequado e não deixe de aproveitar as ferramentas que as próprias plataformas oferecem para segmentação.

A possibilidade de segmentar também melhora a relação entre custo e benefício. Quanto melhor for a seleção de seu público, menos sua empresa vai gastar para ter retorno. No Facebook, a possibilidade de segmentar é maior, enquanto em plataformas como o Google Adwords as configurações de geolocalização não são tão precisas.

Por que fazer anúncios é importante?

Ampliar o alcance da marca é só um entre os diversos tipos de objetivos que seu negócio poderá atingir, investindo em anúncios. Nesse aspecto, considere por exemplo as modalidades de anúncios que podem ser criadas no gerenciador de anúncios do Facebook. Nele, é possível criar campanhas para nutrição de leads, por meio de links que direcionam a landing pages ou de vendas diretas, com conteúdos promocionais.

Entretanto, não deixe de planejar suas campanhas e avaliar resultados conforme métricas de negócio e não de vaidade. Curtidas, comentários e compartilhamentos refletem o interesse das pessoas, mas o foco deve ser, sempre, a relevância para o resultado final, ou seja, as vendas.

Já no Google, a elaboração de campanhas nas distintas redes também deve ser pautada conforme seus objetivos mais relevantes. Na Rede de Pesquisa, são indicados anúncios que levem diretamente a páginas de conversão, portanto, você deverá ter uma plataforma de e-commerce estruturada.

Por outro lado, na Rede de Display, o foco deverá ser em conteúdo. Artigos para atração de leads ou que gerem engajamento são mais indicados nesta modalidade de conteúdo pago.

Entendendo o mecanismo por trás dos tipos de anúncios digitais, sua empresa ganha poderosos aliados para melhorar seus resultados e manter-se competitiva. Não deixe de investir, privilegiando sempre plataformas de alta credibilidade.

Quer ficar ainda mais por dentro do assunto? Veja a seguir 7 tendências na publicidade online para ficar de olho em 2019!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up