Rede de anúncios: o que é, quais são as melhores práticas e formatos? - Anuncie com a FolhaPE ADS - Blog e Serviços
Blog

Rede de anúncios: o que é, quais são as melhores práticas e formatos?

outubro 11, 2018
Tempo de leitura 6 min

A Internet é hoje um canal efetivo para anunciar produtos e serviços e, assim, fazer com que uma empresa conquiste novos clientes. Nesse sentido, a pulverização de smartphones e o aperfeiçoamento do sinal para acesso à rede, em ascendência ano a ano, confirmam essa tendência e se somam ao formato desktop, já consolidado. É aí que surge a rede de anúncios.

Fundamental para que uma marca consiga impactar seu público-alvo na rede mundial de computadores, uma campanha de mídia online precisa levar em consideração os diferentes dispositivos pelos quais o consumidor acessa a Internet.

Neste post, você vai entender o que é uma rede de anúncios, como diferenciar um formato proativo de um reativo e, por fim, conhecer algumas opções populares de publicidade online.

Boa leitura!

O que é rede de anúncios?

Rede de anúncios é o conjunto de publicidades veiculadas, via dispositivos mobile ou desktop, nos resultados de pesquisas na Internet ou inseridas em sites parceiros, como blogs e YouTube. Conforme a estratégia do negócio, a rede pode ser reativa ou proativa.

Qual é a diferença entre rede de anúncios proativa e reativa?

Uma rede de anúncios pode ser proativa ou reativa. O Google considera a rede de pesquisa, por exemplo, proativa, porque ela surge a partir da ação do indivíduo.

Ou seja, ele está usando o serviço de busca para encontrar um produto ou serviço que atenda a sua necessidade. O mesmo vale quando a pessoa está comparando preços ou procurando uma informação.

Por sua vez, a rede de display é classificada como reativa. Ao contrário do modelo anterior, nesse caso os usuários ficam expostos a anúncios mesmo em momentos que não estão procurando produtos, serviços ou informações.

Por exemplo: o usuário está lendo uma matéria em um site ou assistindo a um vídeo no YouTube e, em determinado local da página (topo e laterais são os locais mais comuns), um banner apresenta uma publicidade.

Quais são os formatos de redes de anúncios disponíveis?

Existem dois formatos de redes de anúncio disponíveis: a rede de pesquisa, que, como já vimos, é proativa, e a rede de display, reativa. Entenda na prática a diferença entre esses modelos:

Rede de pesquisa

Formam a rede de pesquisa todos os aplicativos, blogs e sites que são associados a uma busca realizada por uma pessoa na Internet. Dessa forma, um anunciante pode atrelar a página que ele deseja divulgar a determinadas palavras-chave.

Assim, quando o usuário utiliza tal termo no buscador, o site aparece entre as primeiras opções apresentadas.

A rede de pesquisa do Google, por exemplo, reúne sites de terceiros e o próprio serviço da empresa para esse fim. Nesse caso, os anunciantes podem utilizar diferentes serviços do Google para inserir a sua empresa:

  • Maps;
  • Shopping;
  • Imagens;
  • Grupos.

A rede de pesquisa é muito utilizada quando a empresa anunciante oferece uma solução para um problema em que o cliente em potencial vai utilizar o Google para encontrar um fornecedor. Enquadram-se nesses casos as mais diferentes categorias de produtos e serviços.

Rede display

Agora que você conhece como funciona a rede de pesquisa, deve estar se perguntando: ok, mas e se o produto ou o serviço que minha empresa comercializa não possui índices altos de procura no Google ou a minha marca precisa efetuar uma campanha para reforçar a imagem dela junto aos consumidores, como devo anunciar na Internet?

Para esses casos, utilizar a rede display para impulsionar sua empresa pode ser a solução.

A rede display atua de maneira diferente e pode ser utilizada de modo complementar à estratégia de divulgação por rede de pesquisa. A grande vantagem desse formato é que o anunciante não divulga a sua marca apenas para quem está efetuando uma pesquisa na Internet.

Por meio de banners ou anúncios em vídeo, é possível divulgar um produto ou um serviço para um número muito maior de pessoas. Essa modalidade é amplamente utilizada por empresas para impactar um público-alvo que não tem por hábito utilizar buscadores para encontrar aquele tipo de oferta.

A rede display também é comum para empresas que adotam estratégias de branding, ou seja, incutir em certo segmento uma imagem positiva, reforçar determinados atributos e dar visibilidade à marca.

Publicidade contextual

A publicidade contextual baseia a veiculação de anúncios de acordo com o que está sendo apresentado na página que o usuário está visitando. Dessa forma, propaganda e conteúdo têm relação entre si.

Esse formato potencializa muito os efeitos daquilo que é anunciado, uma vez que impacta diretamente um indivíduo propenso a consumir a marca publicizada. O modelo, por exemplo, é utilizado com sucesso pela Folha PE para dar maior visibilidade aos seus anunciantes.

Quais são os formatos de anúncio da Folha PE?

A Folha PE possui três formatos de anúncio para alcançar o público: cross-device, mobile e desktop. Eles devem ser utilizados conforme a estratégia da sua empresa e são altamente indicados para quem deseja obter visibilidade, consideração e conversão para a sua marca.

Outra vantagem bastante significativa é a capacidade de segmentação. Por meio da segmentação contextual, é possível associar o conteúdo à editoria em que o anúncio será exibido. Além disso, há também a possibilidade de fracionar a audiência conforme características específicas, como demografia, interesses, estilo de vida, intenção de compra e afinidades.

Entenda cada um deles:

Cross-device

A expressão cross-device significa, em inglês, “dispositivo cruzado”. Ela surgiu a partir do momento em que as empresas perceberam que a maioria das compras online ocorrem após o cliente iniciar a busca por um produto em um dispositivo e concluí-la em outro.

Ou seja: é indispensável para a empresa levar em consideração todo o percurso do consumidor até a concretização da compra. Nesse sentido, por exemplo, a Folha PE disponibiliza a seus anunciantes uma ampla gama de canais, além do seu portal de notícias, como:

Mobile

O formato mobile atua em dispositivos móveis, como tablets e smartphones. Esse padrão é recomendado para os anunciantes que têm o objetivo de aumentar a visibilidade e a consideração da sua marca perante os consumidores em potencial.

O Brasil é o terceiro país no mundo que mais fica online por meio do celular. Por essa razão, a publicidade mobile é fundamental na hora de estruturar a sua estratégia na Internet.

Desktop

O modelo de anúncio desktop é utilizado para fins de visibilidade, consideração e conversão de potenciais clientes. Formatos como o Billboard, por exemplo, ocupam pelo menos ⅓ da tela do computador e, portanto, garantem grande exposição ao que é anunciado.

A rede de anúncios, portanto, é uma opção para quem deseja aumentar o potencial da empresa na Internet. A partir da estratégia traçada, é possível escolher entre os modelos reativo e proativo para atingir o público-alvo online. Enquanto o primeiro formato é utilizado para exportar a marca mesmo para quem não está procurando algum produto ou serviço específico, a segundo atua por meio de consultas a buscadores.

Compreendeu como funcionam as redes de anúncio? Deseja receber conteúdo em primeira mão e ficar por dentro dos nossas publicações sobre marketing digital? Então assine a nossa newsletter e passe a receber as atualizações do blog na sua caixa de entrada!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up