Como criar conteúdo relevante para agregar valor ao seu negócio? - Anuncie com a FolhaPE ADS - Blog e Serviços
Blog, Destaque da Semana

Como criar conteúdo relevante para agregar valor ao seu negócio?

janeiro 17, 2019
Tempo de leitura 6 min

O consultor de negócios Simon Sinek, autor mundialmente conhecido, pode ter sintetizado o que é conteúdo relevante mesmo sem falar especificamente de conteúdo. Segundo Simon, as pessoas não compram o que você vende, elas compram o porquê de você vender.

Assim, conteúdo relevante é uma via de mão dupla. Ele permite a você levar conhecimento ao seu potencial cliente enquanto demonstra quem de fato você é e qual é a finalidade de a sua empresa existir.

No artigo de hoje, vamos ajudá-lo a entender o conteúdo relevante na prática, demonstrando como ele agrega valor ao seu negócio, criando uma relação duradoura com seus potenciais clientes. Leia até o fim!

Como criar conteúdo relevante

Uma ótima resposta à pergunta “como criar conteúdo de qualidade” poderia ser: use ferramentas para saber quais são as dúvidas do seu público-alvo e crie artigos de qualidade, detalhados e didáticos, que acabem com essas dúvidas.

Afinal, conteúdo relevante é aquele que soluciona de forma prática um problema de alguém. E como boa parte dos potenciais consumidores resolvem seus problemas no Google — pesquisando dicas de culinária, como dançar ou como dar banho em animais, por exemplo — estamos falando especificamente de conteúdo relevante na internet.

E o conteúdo não se popularizou tão rapidamente à toa. Ele cumpre um papel muito importante nas estratégias de marketing digital, quaisquer que sejam elas.

Por que conteúdo relevante é importante

Se há produtos ou serviços capazes de solucionar todo tipo de problema, por conseguinte, há empresas que se especializaram no assunto relacionado a esse problema.

Um exemplo prático: muita gente quer emagrecer. Homens e mulheres desejam perder peso porque não estão satisfeitos com seu corpo, querem se tornar pessoas mais saudáveis ou diversos outros motivos.

Se a sua empresa vende tênis de corrida, por exemplo, pode convencer essas pessoas de que correr é um exercício fácil, praticamente sem custos e que pode ser praticado em quase qualquer lugar.

Esse tipo de convencimento não apenas direciona potenciais clientes para o produto dessa empresa (os tênis de corrida), como cria autoridade para a marca, que passa a ser encarada por essas pessoas como especialista em emagrecimento, saúde e estética.

No entanto, o seu conteúdo deve estar de acordo com algumas boas práticas para se destacar dos demais. Abaixo, escolhemos algumas delas para que você comece pelo começo e não se perca ao criar conteúdo.

5 dicas para criar conteúdo relevante

Tentamos dispor as dicas abaixo em uma ordem lógica. Assim, a primeira dica configura o primeiro passo para você criar conteúdo interessante e útil. A segunda é uma sequência da primeira e assim por diante.

É importante que você entenda que criar conteúdo não é uma prática, mas uma estratégia. Algumas vezes, o resultado vem em médio ou longo prazos, mas ele é consistente e escalável. Vamos às dicas.

1. Use o Keyword Tool para planejar suas palavras-chave

Por tudo que dissemos até aqui, é natural que a sua primeira dúvida, ao tentar criar conteúdo relevante, seja saber que tipo de problemas seus potenciais clientes têm.

É possível descobrir isso facilmente, usando uma ferramenta on-line gratuita chamada Keyword Tool. Ela é capaz de fornecer insights sobre o que as pessoas andam pesquisando no Google.

Assim, se você vende tênis de corrida, como no nosso exemplo, basta digitar a palavra “corrida” lá, para descobrir alguns termos de busca como “fazer corrida emagrece”, “fazer corrida ajuda a perder a barriga” e assim por diante.

Faça uma lista extensa com as palavras-chave úteis à sua estratégia e você estará apto a passar para o próximo passo.

2. Planeje seu conteúdo

Algo que o Google encara como boa prática na criação de conteúdo relevante é a frequência das postagens no blog. Não que você tenha que despejar toneladas de conteúdo, nada disso.

É necessário ser regular na produção, postando com frequência e previsibilidade. Um artigo por mês, dois, um por semana, não importa. Crie uma planilha com as suas palavras-chave e atribua datas para a publicação respectiva a cada termo de busca.

Planejar o conteúdo do seu marketing digital, além de deixar sua autoridade com o Google melhor, vai organizar o seu trabalho e permitir mais tranquilidade e antecedência para escrever.

3. Saiba para quem escrever

Uma premissa importantíssima do marketing digital é que você não deve escrever para todo mundo. Aliás, nem mesmo o seu produto ou serviço se destina a todo tipo de cliente.

Criar conteúdo ou publicidade on-line para uma audiência muito ampla vai tornar aquilo que você escreve genérico, sem graça e pouco atrativo. Seja específico nos temas e linguagem.

O melhor caminho para tal é fazer uso do conceito de buyer persona. Trata-se de criar uma espécie de personagem fictício que encarne as dores, preferências e nível de compreensão do seu consumidor ideal.

4. Conte histórias

Cada consumidor tem a sua própria história. Mais que isso, todos nos interessamos vivamente pelas histórias uns dos outros, mesmo que seja uma história fictícia.

Assim, toda vez que o seu conteúdo envolver explicar algo complexo ou muito fora da realidade da sua buyer persona, use a técnica do storytelling. Conte histórias reais ou inventadas que tornam mais didáticos os conceitos que quer abordar.

Aproveite essa técnica pra colocar emoção e dinâmica nas suas explicações, envolvendo o seu potencial cliente numa atmosfera intrigante.

5. Saiba onde tudo vai dar

A quinta e última dica é aquela sem a qual nenhuma das outras vai funcionar. Tenha uma estratégia para orientar a produção de conteúdo. Nenhuma ação de marketing digital se sustenta se você não souber desde o início onde tudo vai dar.

Ou, melhor explicando, se não souber desde o início que tipo de resultado quer que os seus conteúdos gerem. No final das contas, o conteúdo relevante precisa tirar dúvidas e ajudar os seus consumidores a resolverem problemas. Mas ele é, antes de tudo, um mecanismo para gerar mais vendas para você.

Se nunca perder de vista a sua estratégia de criação de conteúdo relevante, suas ações vão converter em novos clientes e mais faturamento no final do mês. Não é essa uma das coisas mais importantes para fazer uma empresa crescer?

Vale mencionar que, se você pretende fazer anúncios, mas não tem o conhecimento necessário para colocar no ar campanhas segmentadas em espaços publicitários, pode fazer uso do serviço de veículos de comunicação como a Folha PE. Produzimos conteúdo relevante e postamos em nossos canais!

Usando as palavras-chave certas, conhecendo o seu público, planejando o conteúdo e contando histórias, todo mundo vai chegar até você para solucionar uma dúvida e acabar se fidelizando pelo porquê de você vender, e não apenas por aquilo que vende.

Afinal, o por que de fazermos o que fazemos é o desafio constante de ver o cliente feliz e satisfeito, não é verdade?

Se considerou este aqui um conteúdo relevante para você, não deixe de compartilhar nas redes sociais. Assim, você pode discutir e trocar opiniões com seus amigos sobre o tema!

Você também pode gostar

1 comentário

  • Responder O que é um link e como conseguir backlinks de qualidade? - Anuncie com a FolhaPE ADS - Blog e Serviços março 14, 2019 at 2:00 pm

    […] desenvolve marketing de conteúdo precisa garantir um background de links que não dê margem a erro. Isso significa valorizar a […]

  • Deixe um comentário

    Scroll Up